Candidaturas à prefeitura de Salvador vão assumir compromissos pactuados no Ciclo de Diálogos: Metas para a Salvador que Sonhamos

19/09/2016

Após 3 encontros temáticos para apresentação e definição de metas, chegou a hora dos candidatos assumirem o compromisso com as propostas

ciclo2

Diálogo tratando de resíduos sólidos com a presença da candidata Célia Sacramento

Nas últimas três semanas um coletivo formado por dez organizações e movimentos da cidade de Salvador mobilizaram e articularam a realização de um Ciclo de Diálogos com as equipes das candidatas e candidatos a prefeito de Salvador. Os encontros apresentaram metas de gestão trazidas pelas organizações, reuniram outras trazidas pelo público e ouviram os planos das e dos candidatos sobre os temas arborização urbana, mobilidade ativa, resíduos sólidos, inovação social e inclusão social. Depois de muito diálogo, é hora de assumir o compromisso e isso será feito nesta terça-feira, às 18:30 no auditório da Faculdade de Administração da UFBA.

No encontro serão apresentadas as metas reunidas ao longo do ciclo de diálogos e também os indicadores do Programa Cidades Sustentáveis, que contemplam os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da ONU (ODS). Todos os candidatos e candidatas foram exaustivamente convidados e marcaram presença nos diálogos Fábio Nogueira e Célia Sacramento, além das equipes de Alice Portugal e ACM Neto.

Lucenir Gomes, integrante do Juntos por Salvador, deseja que a iniciativa reforce um maior protagonismo da sociedade civil, “esperamos que nossas candidatas e candidatos se façam presentes e demonstrem seu verdadeiro interesse, não só com indicadores e metas de sustentabilidade, mas acima de tudo com um novo jeito de se fazer política e administrar nossa cidade, aprofundando a democracia participativa”, pondera.

20-09-o-que-e-a-carta

Metas e Discussões
As metas compiladas no tema mobilidade ativa têm como objetivo maior diminuir as mortes ocorridas no trânsito, com medidas como a redução de velocidade e também a construção e implementação de um plano de mobilidade cicloviária. As metas de arborização urbana integram-se às de mobilidade ativa, como na sugestão de implantação de corredores verdes. Outras metas importantes são o desmatamento zero e o acesso fácil a áreas verdes por moradores de todas as regiões da cidade.

No debate sobre resíduos sólidos, destacou-se a necessidade de rever o modelo de coleta e o contrato de concessão da coleta de lixo na cidade – o serviço de lixo representa, atualmente, o terceiro maior orçamento do município, atrás apenas de saúde e educação. Gasta-se, diariamente, R$ 1 milhão por dia para realizar a coleta e transporte para que o
lixo seja aterrado.

A necessidade de construção e implementação de um Plano Municipal de Primeira Infância, os incentivos e políticas inclusivas voltadas para mulheres e juventude negra, o empreendedorismo e incubação comunitárias permearam o debate sobre inclusão e inovação social.

Mais sobre os Ciclo de Diálogos
A iniciativa, apartidária, propôs ampliar a voz da sociedade civil e trabalhou de forma apartidária. O objetivo foi aproveitar o momento das eleições para incluir nos planos de gestão municipal as demandas da sociedade civil relacionadas a políticas públicas urbanas e de inclusão social.

O grupo de dez coletivos e organizações — atuantes em diferentes frentes urbanas e sociais — que promoveu o diálogo, propõe enriquecer as propostas de gestão dos candidatos. “Os grupos da sociedade civil de Salvador que atuam na busca de direitos de mobilidade, saúde, segurança, bem-estar e inclusão social têm realizado ações conjuntas por compreender que, mesmo focados em temas específicos, estão todos atrás de um mesmo objetivo: uma cidade feita para pessoas. Mas, para que isso tenha mais efeito, é imprescindível que consigamos dialogar com quem ocupa os cargos públicos, propondo a gestão compartilhada da cidade”, afirma Débora Didonê, do movimento de intervenção urbana Canteiros Coletivos.

O Ciclo de Diálogos foi organizado localmente por Avante, Canteiros Coletivos, Cidadanize-se, Desabafo Social, Gambá, La Frida Bike, Kumasi, Mobicidade Salvador, Pracatum e SER, e tem apoio da plataforma do Programa Cidades Sustentáveis e da União dos Ciclistas do Brasil, ambos de atuação nacional.

 

Serviço

Assinatura da Carta Compromisso do Ciclo de Diálogos Metas para a Salvador que Sonhamos

Quando: 20/09, 18:30h
Onde: Auditório da Faculdade de Administração da UFBA

Logomarca Gambá

Av. Juracy Magalhães Jr, 768, Edf. RV Center, sala 102, Rio Vermelho, Salvador/Ba. Tel/fax: 71- 3240-6822

Reserva Jequitibá – Posto Avançado da Reserva da Biosfera da Mata Atlântica, Serra da Jibóia, Elísio Medrado/BA