Projeto Informações Ambientais em Circulação – PIAC

14/12/2010

Disponibilizar e trabalhar com as informações ambientais do acervo do Gambá foi o principal objetivo desse projeto, desenvolvido em duas fases, com o apoio da antiga SEMARH – Secretaria de Meio Ambiente e Recursos Hídricos do Estado da Bahia, no período de 2005 a 2008. Foi possível organizar e informatizar grande parte do acervo, formar algumas turmas de voluntários, acompanhando suas intervenções e desenvolver atividades de Educação Ambiental (EA) e material informativo.

Acervo do Gambá

Parte do acervo foi catalogado e informatizado em um banco de dados, para que pudesse servir de objeto de consulta à comunidade.  Depois do inventário e do tratamento do material, houve o fortalecimento do Cedea – Centro de Documentação e Educação Ambiental do Gambá, que, nesse período, ficou aberto para atendimento público. Essa ação está temporariamente suspensa a espera de recursos para manutenção de uma equipe de trabalho e das instalações do Centro.

Formação de Voluntários

Estimular a participação e o exercício da cidadania entre jovens e adultos é uma das metas do Gambá. Através deste projeto, foram realizadas oficinas e palestras, com grupos de voluntários, para esclarecer melhor a atividade do voluntariado, além de preparar os participantes para as atividades específicas do interesse de cada um. A maior parte da turma de voluntários que procurou o Grupo era formada por jovens universitários que  queriam dedicar um pouco do seu tempo livre ao trabalho.

Embora nem sempre tenhamos disponibilidade para assimilar essa demanda, quando há possibilidades, é intenção da organização orientar essas pessoas para acompanhar os projetos desenvolvidos e ao mesmo tempo formar agentes em Educação Ambiental.

Durante o projeto foi realizado o “Processo de Reflexão – Gambá 25 anos”, entre agosto/2007 e jun/2008, uma atividade para fazer um balanço do trabalho e definir novos rumos, que serviu para formar e engajar os voluntários mais jovens e para facilitar a integração entre os diferentes tipos de voluntários da organização: conselheiros, técnicos colaboradores, profissionais, que mesmo atuando no mercado de trabalho fazem questão de estar envolvidos em ações, não remuneradas, voltadas à preservação ambiental.

Material Informativo

A organização realizou também, como estratégia de Comunicação e de Educação Ambiental, a divulgação de informações das atividades da organização e notícias sobre Meio Ambiente de uma forma geral, através de boletins e jornais, como o Fala Gambá Impresso e o Fala Gambá Eletrônico. O eletrônico circulou para as listas de contatos do Gambá (associados, voluntários, conselheiros, ongs e movimentos sociais, imprensa, dentre outras). O impresso foi distribuído pelo correio e nos eventos nos quais o Gambá participa.

Atividades de Educação Ambiental

Além das palestras, solicitação constante para a organização, e debates que o próprio Gambá promoveu para discussão de temas em evidência, durante o PIAC foram reslizadas as seguintes ações:

Projeto Alfabetização Ambiental no Circo Picolino (2006/2007)

A partir da formação dos voluntários um grupo de cinco jovens desenvolveu esse projeto, solicitado pela Escola Picolino de Artes do Circo (Salvador), para trabalhar a Educação Ambiental com a turma de alfabetização (20 alunos). Foram trabalhadas as noções de pertencimento, de funcionamento dos sistemas, incluindo atividades de plantio.

Concentração e empenho dos pequenos, no momento do plantio. Uma das atividades de Educação Ambiental desenvolvida pelos monitores voluntários do Gambá, dentro do PIAC, em parceria com a Escola Picolino de Artes do Circo. (Salvador/BA – 2007)

Atividades de arte-educação (2006)

Estruturados por alguns jovens, que participaram da formação de voluntários, tivemos dois arranjos teatrais sobre a Mata Atlântica e o Rio São Francisco, com texto, poesia e música, que foram apresentados em diferentes eventos como forma de sensibilização à temática.

Outras Atividades
O projeto favoreceu, durante esse período, o acompanhamento das atividades da CIEA-BA – Comissão Interinstitucional de Educação Ambiental da Bahia e da Reaba – Rede de Educação Ambiental da Bahia. Possibilitou a participação na elaboração de uma publicação do Conselho Nacional de Juventude sobre “Política Nacional de Juventude: Diretrizes e Perspectivas”.(2006) O Gambá ainda pode acompanhar e assessorar, quando solicitado, as ações do CJ-SSA – Coletivo Jovem de Salvador-Grupo Pegada Jovem.

Logomarca Gambá

Av. Juracy Magalhães Jr, 768, Edf. RV Center, sala 102, Rio Vermelho, Salvador/Ba. Tel/fax: 71- 3240-6822

Reserva Jequitibá – Posto Avançado da Reserva da Biosfera da Mata Atlântica, Serra da Jibóia, Elísio Medrado/BA