Por Dentro do Bahia Azul

Cartaz da campanha Amar o Mar. Salvador, 1987

Em 1985, preocupado com a poluição das praias provocadas pela falta de esgotamento sanitário em Salvador, o Gambá lança a campanha “Amar o Mar”. A intenção era chamar a atenção da população e das autoridades para a situação das águas do mar e a saúde da população. Um dos principais resultados dessa ação foi a realização do monitoramento sistemático da qualidade de água do mar pelo Centro de Recursos Ambientais (CRA).

A partir do “Amar o Mar”, o governo estadual começou o estudo para a criação de um programa voltado para a despoluição da Baía de Todos os Santos, com intervenções nas áreas de esgotamento sanitário, abastecimento de água, coleta e destino final do lixo e controle da poluição industrial. De 1994 a 2006, o Gambá acompanhou a implantação deste programa, denominado Bahia Azul, através do Fórum Controle Social do Bahia Azul, que reuniu cerca de 30 entidades, reivindicando a qualidade técnica do protejo, uma auditoria permanente e independente e a participação da população nas decisões.

Entre 2003 e 2005, o Gambá desenvolveu o projeto Por Dentro do Bahia Azul, com apoio da Fundação Avina, para avaliar cada ponto do programa do governo estadual, identificando que várias das metas propostas não foram atendidas. Ao mesmo tempo, o Gambá apontou soluções para que a Baía de Todos os Santos pudesse ser efetivamente despoluída, assim como as interligações de esgotos sanitários fossem realizadas para a despoluição dos rios da cidade de Salvador.

Logomarca Gambá

Av. Juracy Magalhães Jr, 768, Edf. RV Center, sala 102, Rio Vermelho, Salvador/Ba. Tel/fax: 71- 3240-6822

Reserva Jequitibá – Posto Avançado da Reserva da Biosfera da Mata Atlântica, Serra da Jibóia, Elísio Medrado/BA